sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

EU VOU ALÉM



Eu sou assim,
pelo menos assim quero me imaginar:
a que explode o ponto
e arqueia a linha,
e traça o contorno
que ela mesma há de romper.

- Lya Luft -
Postar um comentário