sábado, 19 de novembro de 2011

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

terça-feira, 8 de novembro de 2011

COMPLEXA



Deitado na cama, ele me olha

Com as mãos me chama e diz:

Deita aqui.

Olho suas mãos.

Divago.

Não consigo ser assim tão fácil.

Sou complexa.

Sou uma mulher para ser comida

com mil talheres.

Sou uma mulher para ser conquistada.

Sou uma mulher para ser comida com poesia.




( Gilmara Wolkartt)