segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

AMIGOS





Hoje quero falar de um tesouro. Quero falar dos meus amigos. Será que eles sabem o quanto tenho afeição por eles??? O quanto necessito?  A amizade pra mim é como um oásis.  Um lugar no meio de tudo que se quer fugir e que me faz sentir bem. E é quando eu  faço idade e olho pra trás, conto os anos passados e vejo que tenho muitos que me acompanham nessa maravilhosa jornada que é a vida. Amigos distantes, mas que quando nos encontramos é como se nunca houvéssemos nos separado. Pessoas que posso contar sempre, seja qual for a situação. Que seguiram caminhos diferentes na vida, mas que deixaram um pedaço do coração comigo, e também levaram um pedaço do meu.  Meu coração vive um pedacinho em cada parte desse imenso Brasil, e pelo mundo afora também. Até parece que meu coração vai se alargando, pois não poderiam faltar os amigos recentes, aqueles que estão fazendo parte da minha atual jornada e que estamos construindo uma amizade que sabemos, que daqui ha alguns anos, teremos muitas histórias a contar. Ha, se eles soubessem o quão são importantes pra mim. O quão eu prezo seus pequenos gestos de carinho e apoio. Como sou conquistada nessas pequenas peculiaridades do convívio. Pra ser meu amigo e ter minha admiração, não é preciso horas extensas de convivência, nem demonstrações públicas de afeto. Basta a consideração, o carinho e as afinidades.  Se eu pudesse, hoje, eu reuniria todos os meus amigos, não pra fazer uma festa e nem nada tão sofisticado, mas simplesmente pra contar as histórias da vida, trocar experiências e tê-los perto de mim.  Mas o meu coração sabe, que mesmo distantes são como estrelas no céu, podemos nos sentir juntos só de saber que existem.  



Postar um comentário