domingo, 23 de agosto de 2015

Paisagem






A Arte de Ser Paisagem


Existe uma arte, que só adquirimos com o tempo.
Ser paisagem requer treinamento. Requer esforço muscular, respiratório e mental.

Porque um movimento de sobrancelha pode mudar a descrição da paisagem. E pode externar e transferir toda a intensidade do pensar.

Ser paisagem é evitar implicações sociais. Pode-se ser uma samambaia, um cactus, ou quem sabe uma planta qualquer ornamental falsa, o importante é participar sem interferir, estar sem se diferenciar. 

Nunca, jamais, seja rouxinol, que com seu lamento sonoro hipnotiza a fêmea e a trás pra junto de si.

Lamento, opinião, pensamento, ideia, todas essas coisas levam ao rechaço social. 

Bom mesmo é ser paisagem, entrar e sair, e por todos ser amado, mesmo que seja pela insignificância.

Waleska Raquel


Postar um comentário