quarta-feira, 12 de outubro de 2011

CHOCOLATE



Como uma criança faceira e esfomeada

Sentado de frente para você

Olhos nos olhos, ouço teu respirar,

sinto teu cheiro

Entre nós apenas uma calda de chocolate...

Meus pensamentos se misturam aos seus

Um desejo enorme de beijá-la

Mas tua mão na calda de chocolate

me desvia a atenção

Sinto tuas mãos percorrendo minha boca

Lambuzada de calda, calda de chocolate!

Sujo minhas mãos também com a calda

Passo em teu rosto

e deixo cair até chegar aos teus seios

Minha língua, inquieta,

experimenta a calda em teu corpo...

Te sinto em doce aflição,

Um tesão nascendo da tua pele

chega a perturbá-la a ponto de você

se esquecer da calda...

Tua língua percorre meu corpo

lambuzado em doce

Da criança faceira nasce um lobo

faminto de teu corpo

Desejando explodir dentro de você,

querendo deixar meu cheiro entranhado

em tua carne
Postar um comentário